segunda-feira, 8 de agosto de 2016

A minha pata -choca

Com um coador antigo, todo sujo e amolgado prestes a ir para o lixo, pedi-o e guardei-o a pensar o  que poderia fazer com ele.  Com o calor que se faz sentir e na impossibilidade de ir para a rua durante o dia tenho-me dedicado a reciclagem. Cravei o meu marido para me indireitar o coador



que depois esfreguei e como tinha aqui várias cabaças a decorar uma cesta, dei-lhe novo uso. Como vêm nada se perde, tudo se transforma.

sábado, 6 de agosto de 2016

Reciclando do velho fazer novo......



Cansada do visual do meu quarto decidi transformar um antigo cortinado num travesseiro à moda antiga  e ao  mesmo tempo fazer uma toalha para a camilha.. Eis o resultado

Não só apanhar Sol na praia, mas também aproveitar para apanhar conchas e pedrinhas....





Reciclando



Esta era uma caixa  que estava há tempos guardada, para fazer algo com ela. Agora com este calor decidi deitar mãos à obra e fiz um cesto para a roupa suja, que tal, acho que ficou bem?

Aproveitando o que a natureza nos dá.....




As flores dos meus cactos






Recantos do meu jardim




Recantos do meu jardim











sexta-feira, 20 de maio de 2016

De volta .......

Já há  um ano que não faço postagens , pois como  só como pratos de dieta e o meu marido infelizmente, também desde Dezembro acontece-lhe o mesmo, não há muito para publicar, mas agora que o Verão se aproxima vou tentar dar-vos alguma dicas novas que vos podem ajudar no vosso dia a dia. Beijinhos para todos , que mesmo sem  novas postagens continuam a ser visitantes do mesmo.

Biscoitos da mãe do Pedro

Esta receita é da mãe dum amigo do meu filho Tó, costumo fazê-los várias vezes no tempo frio para comer com o chá antes de nos deitarmos. Mas se forem  feitos no forno a lenha ainda ficam melhores.
 Ingredientes:
2 kg de farinha
1kg de acúcar ( só ponho 600g)
8 ovos
meio litro de azeite
uma chávena de leite,
1 copo de aguardente
raspa e sumo de uma laranja ( por vezes uso sumo e raspa de limão)
uma colher de sopa de fermento em pó  cada quilo de farinha.

,
Levam-se a  cozer em tabuleiros untados com farinha  com uma colher de sobremesa ou de sopa,  conforme gostar mais ou menos pequenos ( eu prefiro com colher de sobremesa.

terça-feira, 21 de julho de 2015

Compota de papaia

Hoje fiz esta compota   de papaia  especialmente para o meu marido, que adora.
Para 800g de papaia deite 600g de açúcar , sumo e casca de limão.

domingo, 14 de junho de 2015

Compota de feijão azuki

Esta receita foi a minha amiga Romy que ma deu e  como já a provei resolvi experimentar. Confesso a dela estava melhor, mas ainda me restou um pouquinho de feijão para experimentar de novo.
O feijão azuki é usado no Japão e na China , mas aqui também há, eu tinha ali um frasco que a minha irmã Mizé me tinha dado, mas sinceramente como não o conhecia, nunca o tinha utilizado. Afinal é um feijão com muitas aplicações. E imaginem até dá para fazer doce ou compota. Pesquisando na net descobri que até brigadeiros se podem fazer com ele.
Mas vou dizer-vos como fiz a minha compota , que é deliciosa servida com uma bola de gelado e decorada ao vosso gosto.
 Deixa-se o e feijão de molho de um dia para o outro  e depois de bem lavado coze-se na panela de pressão para cozer mais rápido.
Com a agua de cozer o feijão junta-se casca e sumo de limão, canela em pau e querendo um pouco de gengibre ( juntei -o só quase no fim) e para a mesma quantidade de feijão o mesmo de açúcar
 ( pus um pouco menos). Deixa-se tomar ponto e junta-se-lhe o feijão previamente cozido , deixando apurar um pouco.Depois de enfrascado coloquei num tacho com água a ferver para criar vácuo

Cebola em conserva

Esta foi mais uma das minhas descobertas na feira, eu que ando sempre a tentar conservar tudo nunca me tinha passado pela cabeça , que o poderia fazer também com cebola.
Por coincidência estive ausente uma semana de casa  e quando cheguei estavam umas cebolas a começar a ficarem detioradas.  Fui logo aproveitar as que ainda estavam em condições. Piquei-as e depois foi só pôr uma camadinha de sal outra maior de cebola até encher o frasco alternando sempre , fechei-o e levei-o por dez minutos a ferver para criar vácuo. Agora vou deixá-las um tempo a ver se fica aprovado ou não. Assim quando chegar o Inverno e as
 cebolas começarem a grelar já sei como hei-de fazer para as conservar.

Alho frito sem azeite com louro

Esta semana estive na feira de Santarém e como sempre ando a espreitar tudo que se relacione com cozinha e plantas.  Descobri um alho laminado já frito ou assado no forno ( penso eu ), misturado com louro. Pensei logo que chegasse a casa iria tentar fazer . Não assei mas sim fritei, numa panela antiaderente de fundo térmico com o fogo no mínimo e sempre a mexer  para ficar dourado e não queimado, a uns 3 ou 4 m antes de estar pronto juntei o louro ao pedaços.
Já experimentei hoje para o meu almoço, como era arroz integral e não queria fazer refogado. Cozi o arroz em água ( préviamente demolhado de um dia para o outro)
uma colher de sopa de azeite, meia curgete aos quadradinhos 2 pedacinhos de alho e louro   e ficou uma delícia.

Nota: segundo me disseram na feira fica delicioso em bifes,
Neste frasco usei 3 cabeças de alho.

terça-feira, 19 de maio de 2015

Essência de rosmaninho

Há dias fui passear para o monte e não resisti a trazer um ramo de rosmaninho, deixei-o secar e depois experimentei fazer uma essência para juntar ao amaciador da roupa , que também faço em casa.
Eram 50gr de flores, juntei-lhe 1dl de água , deixei ferver e adicionei depois 0,5 dl de álcool. Deitei tudo num frasco e coloquei na minha varanda ao sol, tendo o cuidado de todos os dias o agitar.

O meu detergente para lavar o chão .

Agora virei alquimista tenho-me, dedicado a fazer  gel de banho, essências, aromatizadores, sabonete líquido e desta vez fiz detergente para o chão.
 Tinha várias cascas de laranjas secas que fui guardando num cesto à sombra ,juntei-lhe um ramo de flores  secas de alecrim com folhas e tudo e pus a cozer num tacho  com água até cobrir as cascas. Deixei ferver uns 15 minutos e entretanto parti um pedaço de sabão clarim as lascas fininhas  mais ou menos 5cm. e depois de coar as cascas e o alecrim juntei-lhe o sabão  e mexi até ficar desfeito. No final juntei-lhe  2,5 dl de vinagre branco. E pronto, tenho o meu detergente pronto, fiz dois litros. e deixa o chão limpinho e  a brilhar. ( só uso no chão de cerâmica)
 O cheiro com a continuação das lavagens vai-se acentuando.

sábado, 16 de maio de 2015

Bolo de laranja com cacau no liquificador

Desde  que descobri que também podia fazer os bolos no liquificador , não quero outra coisa apesar de fazer agora poucos ( pois não os posso comer  e a tentação muita) , mas ficam deliciosos e rápidos. Este foi uma experiência, que espero esteja bom, pois ainda não o provei.
Ingredientes:
2 laranjas pequenas ou uma grande
4 ovos
2chávenas de açúcar
2 chávenas de farinha ( com fermento
1 chávena de óleo
 Modo de fazer:
                     Cortar as laranjas com a casca e juntar os ovos, açúcar e óleo, colocar tudo no liquificador no final junta-se a farinha e o fermento.
                      5 minutos a bater e está pronto despeja-se depois 3/4 da massa na forma previamente untada
e à que fica juntei duas colheres de sopa bem cheias de cacau, mais um ovo inteiro, duas colheres de sopa de óleo, e uma colher de café de bicarbonato. Bati mais 2ou 3 minutos e despejei por cima
da outra massa irregularmente.

domingo, 10 de maio de 2015

Conserva de favas tenras

Nesta altura do ano , o que temos mais são favas, mas eu gosto imenso delas tenrinhas e só nesta época mesmo é que as há,, por isso decidi experimentar fazê-las em conserva e resultaram em pleno. Já ali tenho
mais um saco para amanhã fazer mais uns quantos frascos.Passo a explicar como fiz:
1- Lavei as favas bem lavadas em água quente para evitar que escureçam
2- Tirei o veio àquelas que estavam um pouco maiores e cortei-. às tiras  colocando-as sempre numa bacia com água quente.
3- Coloquei uma panela com água abundante para ferver as favas 3 minutos exactos.
4º  Deitei as favas num passador plástico e de seguida lavei-as bem com água fria até estarem frias, mas reservei a água onde as cozi.
5-Tinha já os frascos estrelizados e enchi-os com as favas até  ao gargalo dos frasco empurrando com uma colher de pau. . Acabei de encher com a água de as cozer e fechei os frascos.
6- Numa panela grande coloquei os frascos e enchi de água até os frascos ficarem submersos e deixei levantar fervura. Depois foi só deixá-los na panela até arrefecer. e estão prontas a usar daqui por uns meses quando já não houver.

sábado, 4 de abril de 2015

Prova organolética de licores

Se ainda se recordam no  Verão passado fiz vários  tipos de licores, hoje realizou-se a prova organolética.Segundo a enóloga Drª Mizé Lopes , o melhor é sem duvida  o de ameixa branca com menta, nas papilas gustativas com um sabor suave, macio e doce aconselhado especialmente para senhoras.Já o de cereja mais forte com sabor acentuado e mais adequado a cavalheiros . Quanto aos outros aconselhou-me a ficar mais um ano
em repouso, para poderem ser decantados.

domingo, 29 de março de 2015

Bolo folhado encastrado

Um bolo belíssimo e muito bom , que podem fazer muito rápidamente. Compram  1 kg  massa folhada já feita  depois é só fazerem os ovos moles rápidos , que penso já ter a receita aqui no blog e fazem da seguinte maneira
1º uma base de massa folhada  num tabuleiro passado por água
2º uma camada de ovos moles
3º uma camada de doce de chila
4º Polvilhar com côco ralado todo o bolo
5º  Polvilhar com um pouco de canela   também
 Cortam depois o resto da massa às tiras e fazem o encastrado., para cobrir todo o bolo. Com o restos da massa e se vos sobrar  creme podem também fazer rolinhos , cuja receita já tenho aqui no blog.
 Finalmente pincelam com gema de ovo e vai ao forno a 200gº. Depois de feito polvilha-se com açúcar de confeiteiro. Bom apetite!!!!!!!!!!
 
Mais receitas na blogosfera
Procure receitas no
Quer ter receitas de bloggers no seu blog?